Líder republicano do Congresso dos EUA não defenderá Trump

Washington, 10 Out 2016 (AFP) - O presidente da Câmara de Representantes do Congresso dos Estados Unidos, o republicano Paul Ryan, afirmou nesta segunda-feira, em uma teleconferência com legisladores, que não defenderá nem fará campanha por Donald Trump, em mais um duro golpe contra as aspirações presidenciais do polêmico milionário.

"Ryan disse que não defenderá nem fará campanha com ele nos próximos 30 dias", confidenciou uma pessoa que participou da teleconferência.

A porta-voz de Ryan, AshLee Strong, afirmou que o líder parlamentar ficará "concentrado em proteger a maioria republicana no Congresso".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos