Cidade de síria de Aleppo sob os ataques russos mais violentos em vários dias

Beirute, 11 Out 2016 (AFP) - Ao menos oito civis morreram nesta terça-feira nos bombardeios russos "mais violentos" em vários dias contra a parte rebelde da cidade síria de Aleppo (norte da Síria), afirmou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"São os ataques aéreos russos mais violentos desde que o regime anunciou (em 5 de outubro) que reduziria os bombardeios na parte leste de Aleppo", afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

Os bairros rebeldes de Bustan al-Qasr e Ferdus foram particularmente afetados pelos ataques, de acordo com a ONG.

O correspondente da AFP na área rebelde da segunda maior cidade da Síria - ex-capital econômica do país - observou em Bustan al-Qasr um edifício que desabou, com corpos entre os escombros.

Também observou alguns capacetes brancos - socorristas voluntários da Defesa Civil local na zona rebelde - removendo os escombros com as mãos. Outros carregavam os corpos de duas crianças envolvidas em lençóis brancos.

Desde o início, em 22 de setembro, de uma grande ofensiva do exército em Aleppo, as forças pró-governo - com o apoio aéreo da Rússia - avançam na tentativa de retomar os bairros da zona leste da cidade, sob controle dos rebeldes desde 2012.

Os insurgentes estão cercados há mais de um mês.

rh-lar/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos