Ex-senadora colombiana Piedad Córdoba recupera direitos políticos

Bogotá, 11 Out 2016 (AFP) - Um tribunal da Colômbia restituiu nesta terça-feira os direitos políticos da ex-senadora Piedad Córdoba, ao anular a inabilitação imposta pela Procuradoria Geral da Nação.

O Conselho de Estado emitiu um comunicado no qual "declara nula a sanção imposta pela Procuradoria Geral da Nação contra a ex-senadora Piedad Córdoba Ruiz, decisão que lhe havia destituído e inabilitado por 14 anos para exercer cargos públicos".

O tribunal concluiu que a investigação da Procuradoria, órgão encarregado de monitorar os funcionários públicos no país, "se baseou em conjecturas e indícios" para atribuir à Córdoba uma "falta gravíssima" por supostamente contribuir economicamente para a campanha de um candidato à Câmara de Representantes.

No Twitter, a ex-senadora declarou: "hoje que recupero meus direitos políticos quero agradecer a todos que, de distintas formas nos momentos difíceis, se mantiveram comigo".

"Nestes anos injustamente inabilitada aprendi que há outras formas de se fazer política. Trabalhar pela paz foi a mais enriquecedora".

Em agosto passado, o mesmo Conselho de Estado declarou nula a inabilitação de Córdoba para exercer cargos públicos por 18 anos imposta em 2010 pela Procuradoria Geral da Nação, por extrapolar suas funções como mediadora entre o governo e a guerrilha das Farc.

Legisladora do Partido Liberal entre 1994 e 2010, Córdoba ficou conhecida a partir de 2008 por seu papel para facilitar a libertação de mais de 30 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos