Chavistas e oposição se enfrentam em protesto por referendo contra Maduro

Caracas, 12 Out 2016 (AFP) - Seguidores do governo da Venezuela entraram em choque com militantes da oposição, nesta quarta-feira (12), durante um protesto pelo referendo contra o presidente Nicolás Maduro, realizado na entrada da comunidade Villa Rosa, em Isla Margarita.

Vestidos de vermelho, grupos de chavistas tentaram impedir que os simpatizantes da Mesa da Unidade Democrática (MUD, de oposição) chegassem à Villa Rosa, lançando pedras e pedaços de pau, de acordo com imagens da imprensa.

A manifestação opositora em Isla Margarita, situada no estado Nueva Esparta (norte), fez parte de um dia de pequenas concentrações por parte da MUD, como simulacro da coleta das quatro milhões de assinaturas exigidas para se convocar o referendo, de 26 a 28 de outubro.

Em um comunicado, a MUD denunciou que "coletivos motorizados" - como a oposição chama os grupos armados pró-governo - tentaram "amedrontar os manifestantes". Quando os manifestantes chegaram à entrada de Villa Rosa, foram atacados com pedras, e "alguns deles ficaram feridos", completou a MUD.

O governo ainda não se manifestou sobre esse episódio.

Polo turístico do norte da Venezuela, Isla Margarita se tornou foco de conflito desde que um grupo de pessoas fez um "panelaço" contra Maduro no início de setembro, em Villa Rosa, quando percorria uma rua dessa comunidade.

Cerca de 30 pessoas foram detidas depois do "panelaço", sendo soltas em seguida, à exceção do jornalista chileno-venezuelano Braulio Jatar. Segundo sua defesa, ele está preso por ter gravado um vídeo desse ato, que viralizou nas redes sociais venezuelanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos