Confrontos entre Exército e homens armados deixam 12 mortos em Mianmar

Yangon, 12 Out 2016 (AFP) - Enfrentamentos entre o Exército birmanês e homens armados deixaram 12 mortos na terça-feira no Estado de Rakain, sacudido pela violência desde o final de semana, informou nesta quarta a imprensa de Mianmar.

Quatro militares e um homem armado morreram quando centenas de pessoas atacaram os militares no povoado de Pyaungpit.

Posteriormente, "os soldados encontraram sete corpos ao lado de espadas e porretes", revelou o jornal The Global New Light of Myanmar.

Na noite de sábado para domingo, nove policiais morreram em ataques coordenados de homens armados não identificados contra postos de fronteira entre Mianmar e Bangladesh.

Após estes ataques, operações do Exército deixaram quatro mortos na província de Maungdaw.

A grande maioria dos habitantes desta província pertence a etnia Rohingya, minoria muçulmana perseguida e considerada ilegal por muitos budistas, majoritários no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos