Ao menos 12 soldados mortos em ataque no Egito

Cairo, 14 Out 2016 (AFP) - Ao menos 12 soldados egípcios e 15 criminosos morreram nesta sexta-feira durante um ataque contra um posto de controle ao norte da península do Sinai, uma zona onde opera uma célula local do grupo Estado Islâmico (EI), anunciou o exército.

Os soldados foram alvos de ataques com morteiros, segundo fontes policiais e médicas.

"Os confrontos deixaram 12 mortos e seis feridos", afirma um comunicado divulgado pelo exército, que também menciona a morte de 15 "terroristas".

O ataque aconteceu na região de Bir al-Abd e até o momento não foi reivindicado.

As forças de segurança são alvos frequentes de atentados de grupos extremistas no norte do Sinai desde que as Forças Armadas derrubaram o presidente islamita Mohamed Mursi em 2013.

De acordo com o governo, centenas de policiais e soldados morreram em atentados desde 2013.

str-ht-tgg/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos