Justiça turca emite ordem de prisão contra 189 juízes e promotores

Istambul, 14 Out 2016 (AFP) - Um tribunal turco emitiu ordens de prisão contra 189 juízes e fiscais, como parte das investigações sobre a tentativa de golpe de 15 de julho, informou a agência Anatólia.

Os 189 magistrados são acusados de ter usado o aplicativo de mensagens Bylock, que era, segundo as autoridades turcas, a ferramenta de comunicação dos golpistas.

Ancara acusa o religioso Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, de estar por trás da tentativa de golpe, que deixou mais de 270 mortos e milhares de feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos