Pdvsa processa jornal venezuelano por difamação

Caracas, 14 Out 2016 (AFP) - A companhia estatal venezuelana de petróleo Pdvsa processou criminalmente nesta sexta-feira o dono de um jornal, acusando-o de buscar o fracasso de uma operação de reestruturação da dívida.

A ação foi interposta em um tribunal de Caracas pelo presidente da Pdvsa, Eulogio del Pino, contra o proprietário do jornal El Nuevo País, Rafael Poleo, e um grupo de jornalistas processados por "difamação".

"Uma das medidas cautelares que pedimos é que esse jornal seja suspenso de continuar emitindo informação da Pdvsa", disse Del Pino, que também é ministro do Petróleo, a jornalistas.

Para ele, todas as informações do jornal sobre a Pdvsa se baseiam em mentiras e ataques à principal companhia venezuelana.

De Miami Poleo assegurou que o processo faz parte do empenho do presidente Nicolás Maduro para fechar o jornal.

"O governo pode fechar El Nuevo País. Mas mesmo ganhando essa batalha, Maduro perderá a guerra", afirmou Poleo.

O processo resulta de uma nota sobre uma publicação de um veículo internacional sobre uma reestruturação da dívida da Pdvsa, que segundo Del Pino foi deturpada ao insinuar que a garantia da operação não tinha valor.

O ministro afirmou que se trata de uma informação falsa e afeta o patrimônio da Pdvsa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos