Putin ratifica acordo de mobilização militar por tempo indeterminado na Síria

Moscou, 14 Out 2016 (AFP) - O presidente russo Vladimir Putin ratificou um acordo entre Damasco e Moscou sobre a mobilização por tempo indeterminado das Forças Aéreas do país na base militar de Hmeimim, na Síria, anunciou nesta sexta-feira o Kremlin.

O acordo, assinado em 26 de agosto de 2015, permite a presença permanente de aviões militares russos nesta base, que a Rússia utiliza para coordenar operações de apoio ao regime de Bashar al-Assad.

Mais de um ano depois do início de sua intervenção militar na Síria, a Rússia continua reforçando a presença militar neste país, onde executa bombardeios aéreos contra Aleppo, apesar das críticas dos países ocidentais, que acusam as forças aliadas sírias e russas de crimes de guerra.

Quase 4.300 militares russos estão na Síria, em sua grande maioria na base aérea de Hmeimim, perto de Latakia, região noroeste do país, reduto do regime de Assad.

Na segunda-feira, Moscou anunciou que vai transformar suas instalações no porto de Tartus, também no noroeste do país, em uma "base naval russa permanente".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos