Quatro ONGs pedem cessar-fogo em Aleppo

Beirute, 15 Out 2016 (AFP) - Quatro ONGs internacionais pediram neste sábado um cessar-fogo "imediato" na cidade síria de Aleppo, devastada por bombardeios, horas antes do início da reunião russo-americana na Suíça para tentar acabar com o banho de sangue.

Em carta aberta aos responsáveis diplomáticos, os presidentes de Save the Children, International Rescue Committee, Conselho Norueguês para os Refugiados e Oxfam International pedem à instauração de um cessar-fogo de, ao menos, 72 horas na parte rebelde de Aleppo visando à evacuação dos feridos e a introdução de alimentos e ajuda humanitária nesta zona.

"Desde o fracasso do cessar-fogo em Aleppo, mais de 130 crianças morreram na zona leste da cidade, e outras 400 ficaram feridas em bombardeios implacáveis e cegos", disse a presidente da Save The Children, Helle Thorning-Schmidt.

"Muitos não podem se beneficiar de um tratamento para suas espantosas feridas porque nos hospitais faltam medicamentos e material básico...".

Desde 22 de setembro, as forças do regime sírio apoiadas pela Rússia bombardeiam sem descanso os bairros orientais de Aleppo para expulsar os rebeldes.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), mais de 370 pessoas, incluindo 70 menores, perderam a vida nos bombardeios.

Neste sábado, em Lausanne, o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, e o secretário-americano de Estado, John Kerry, tentarão retomar o diálogo visando o restabelecimento do cessar-fogo na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos