Milhares de pessoas protestam na Europa contra acordos de livre-comércio

Paris, 15 Out 2016 (AFP) - Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado na França, Espanha e Polônia contra o acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Canadá (Ceta) e contra o pacto comercial com os Estados Unidos (TTIP).

"As pessoas e o planeta antes das multinacionais. Não à pobreza, desigualdade, não ao TTIP", lia-se na manifestação em Madri, onde a polícia contabilizou entre 1,5 mil e 2 mil manifestantes, enquantos os organizadores citaram 20 mil pessoas.

A convocação, feita por plataformas como "Não ao TTIP" e "Aliança Espanhola contra a Pobreza", também reuniu organizações ambientalistas, sindicatos e partidos de esquerda.

"Vão piorar as condições de trabalho", criticou Alicia, 39, que disse também criticar a forma como as negociações ocorreram: "Em segredo."

"Os acordos ameaçam os direitos adquiridos pelos trabalhadores. A insegurança jurídica é algo gravíssimo", disse Carlos, 80, referindo-se aos mecanismos previstos para eliminar as diferenças comerciais.

Em Paris, uma manifestação reuniu 1,2 mil pessoas, segundo a polícia, e 5 mil segundo os organizadores, enquanto, na Polônia, cerca de mil pessoas saíram às ruas em Varsóvia e centenas protestaram em Cracóvia.

O acordo Ceta prevê a eliminação dos direitos alfandegários para quase todos os produtos, salvo alguns itens agrícolas, e a harmonização das normativas.

Mas as negociações, que começaram em 2013, passam por um mau momento. No fim de setembro, a UE recusou-se a concluí-las antes do fim do governo de Barack Obama nos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos