Primeiro-ministro ganha eleições legislativas de Montenegro

Podgorica, Montenegro, 16 Out 2016 (AFP) - O partido do primeiro-ministro Milo Djukanovic ganhou as eleições legislativas em Montenegro celebradas em um contexto tenso no qual as autoridades afirmaram ter desbaratado um complô sérvio para sequestrar o primeiro-ministro.

Segundo os resultados praticamente definitivos, o Partido dos Democratas Socialistas (DPS) de Djukanovic, pró-ocidental, teria ficado com 40% de votos e 36 dos 81 assentos, o dobro da formação pró-russa Frente Democrática (FD).

Uma ventagem, entretanto, insuficiente para governar e impôr a adesão à Otan, defendida pelo ministro e que suscita críticas dos pró-russos, dividindo profundamente a opinião do país.

Djukanovic, que destacou "a magnitude da vitória do DPS", conta sobretudo com os partidos das minorias bósnia, albanesa e croata para armar uma coalizão.

Será possível "ratificar o protocolo de adesão da Otan" e "intensificar as negociações" com a União Europeia abertas em 2012, disse neste domingo a seus seguidores.

Ele não se pronunciou sobre o anúncio da detenção de 20 sérvios na noite de sábado para domingo.

Desde que o episódio foi anunciado, Andrija Mandic, líder da Frente Democrática, partido pró-russo que deve obter o segundo lugar com cerca de 20% dos votos, denunciou uma operação de "propaganda grosseira".

Em Belgrado, o primeiro-ministro sérvio Aleksandar Vucic julgou "curioso que isso aconteça hoje".

str-rob/mat/cr/jvb/jmr./cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos