Conselho de Segurança condena tentativa de tiro de míssil norte-coreano

Nações Unidas, Estados Unidos, 17 Out 2016 (AFP) - O Conselho de Segurança da ONU condenou a Coreia do Norte, duramente, nesta segunda-feira (17), depois do lançamento frustrado de um míssil, e ameaçou adotar medidas contra Pyongyang.

No sábado (15), a Coreia do Norte testou um míssil de alcance médio Mussudan, o último teste de uma longa série que contraria as resoluções das Nações Unidas. O foguete explodiu logo após o lançamento.

Em declaração unânime apoiada pela China, aliada de Pyongyang, o Conselho destaca que o lançamento fracassado constituiu "uma grave violação" das "obrigações internacionais" por parte da Coreia do Norte.

Os membros do Conselho concordaram em acompanhar "estreitamente a situação" com a perspectiva de "tomar medidas mais importantes", destaca a declaração.

Estados Unidos e China estão elaborando uma nova resolução com sanções que serão agregadas às decididas no mês passado pelo Conselho de Segurança após Pyongyang realizar seu quinto e mais potente teste nuclear até o momento.

A Coreia do Norte foi afetada por cinco conjuntos de sanções da ONU desde 2006.

Após Pyongyang realizar seu quarto teste nuclear, em março, o organismo adotou sua resolução mais dura até o momento, que atinge a Coreia do Norte no plano financeiro e no comércio de minerais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos