Homens armados atacam barco de migrantes e 4 pessoas morrem no litoral líbio

Roma, 21 Out 2016 (AFP) - Homens armados com porretes atacaram na noite de quinta-feira um barco de migrantes no litoral da Líbia, causando ao menos quatro mortes e 15 desaparecidos, informou a ONG alemã Sea-Watch.

Os homens chegaram em uma embarcação com a insígnia da Guarda Costeira líbia e começaram a agredir os migrantes, e muitos deles caíram ao mar, segundo um porta-voz da ONG.

O ataque aconteceu diante de um navio petroleiro que foi desviado pela Guarda Costeira para ajudar os migrantes e enquanto as equipes da Sea-Watch distribuíam coletes salva-vidas a cerca de 150 pessoas.

Os homens armados que chegaram em um barco com a bandeira da Guarda Costeira da Líbia estavam muito nervosos, falavam apenas árabe e tentaram roubar o motor do barco em que viajavam os migrantes.

Alguns desses homens armados conseguiram subir no barco, provocando pânico entre os migrantes, que se jogaram ou caíram ao mar.

Os socorristas da Sea-Watch conseguiram resgatar 120 pessoas e recuperaram apenas quatro corpos, mas outros corpos eram visíveis flutuando.

Segundo eles, entre 15 e 25 pessoas desapareceram depois do ataque.

Indagado pela AFP, a Guarda Costeira italiana confirmou o resgate por parte da Sea-Watch de 120 pessoas sem dar detalhes das circunstâncias e sobre os agressores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos