Xi Jinping convoca chineses a 'nova Longa Marcha'

Pequim, 21 Out 2016 (AFP) - O presidente chinês, Xi Jinping, convocou nesta sexta-feira seus compatriotas a realizar uma "nova Longa Marcha", durante uma cerimônia em memória da epopeia que consagrou o Partido Comunista no país há 80 anos.

"Devemos perpetuar o espírito da Longa Marcha", declarou o líder do regime durante um discurso de pouco mais de uma hora no Grande Salão do Povo, em Pequim.

A China celebra oficialmente em 22 de outubro o 80º aniversário da chegada da Longa Marcha em 1936 a Yanan, no norte do país, mais de um ano depois de ter saído de uma zona comunista cercada pelos nacionalistas na província de Jiangxi, no sul.

Em uma fuga exaustiva em direção ao oeste e depois ao norte, 80.000 combatentes marcharam, em alguns casos por mais de 12.500 quilômetros, embora este número seja questionado pelos historiadores fora da China.

Apenas um décimo dos soldados conseguiram chegar ao líder comunista Mao Tsé-Tung em Yanan. Os demais faleceram no caminho ou desertaram.

Em 1949, aproveitando a guerra entre o Japão e o governo nacionalista, Mao tomou o poder em Pequim.

"Nesta nova Longa Marcha devemos manter nossos ideais e nossa esperança (...) e ser fiéis aos ideais compartilhados pelo comunismo e socialismo com características chinesas", declarou Xi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos