Turquia ataca milícias curdas na Síria pela segunda vez em 72 horas

Ancara, 22 Out 2016 (AFP) - A Turquia atacou posições das milícias curdas na região norte da Síria pela segunda vez em 72 horas, anunciaram as tropas turcas, citadas por uma agência estatal de notícias.

O exército lançou foguetes contra quase 70 posições das Unidades Proteção Popular (YPG, na sigla em curdo), informaram as fontes, sem divulgar um balanço de vítimas.

Dois combatentes da oposição síria apoiada pela Turquia ficaram feridos por disparos das YPG contra a cidade de Jarabulus, informou a agência Anadolu.

Na quarta-feira, as forças turcas anunciaram uma série de ataques contra as milícias curdas na região de Aleppo, norte da Síria, e a morte de quase 200 combatentes.

Mas a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) anunciou 11 mortos e 24 feridos.

Em setembro, Ancara iniciou uma operação terrestre na região norte da Síria em apoio aos rebeldes da oposição síria.

A Turquia pretende expulsar da fronteira o grupo extremista Estado Islâmico (EI) e os rebeldes curdos das YPG, organização vinculada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O governo de Ancara considera que as YPG e o PKK são "organizações terroristas" e as compara ao grupo Estado Islâmico.

As YPG iniciaram há mais de um ano uma grande ofensiva militar contra o Estado Islâmico, assumindo o controle de grande parte do norte da Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos