Greve de fome de imigrantes em centro de retenção na Espanha

Barcelona, 24 Out 2016 (AFP) - Cerca de 50 imigrantes se encontram nesta segunda-feira em greve de fome em um centro de retenção para estrangeiros em situação irregular em Barcelona (nordeste da Espanha), poucos dias depois do registro de um motim em outro centro de Madri.

"No domingo, no meio da tarde, 68 internos se negaram a entrar no refeitório para comer e a entrar em seus quartos", informou nesta segunda-feira à AFP um porta-voz da polícia.

"Nesta manhã 47 mantinham a mesma atitude", acrescentou.

Segundo este porta-voz, os internos, em sua maioria argelinos, se negam a comer desde então e também a entrar em seus quartos, e passaram a noite com cobertores no pátio deste centro localizado nos arredores de Barcelona.

A entidade "Fechemos os CIE", cujos vários membros visitaram nesta segunda-feiras os internos, afirmaram que os reclusos pedem "para ser libertados".

"São pessoas que chegaram de barco há poucos dias com trajetos de até 40 horas. Elas se perguntam porque vivem esta situação depois de terem arriscado a vida", disse aos meios de comunicação o advogado desta organização, Andrés García Berrio.

Na semana anterior, 40 imigrantes se amotinaram em um centro de retenção de estrangeiros em Madri em protesto por suas condições de retenção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos