Hillary tenta consolidar vantagem em estados com voto antecipado

Washington, 24 Out 2016 (AFP) - Hillary Clinton buscava nesta segunda-feira consolidar sua vantagem sobre Donald Trump nas pesquisas para as eleições de 8 de novembro, concentrando-se na Flórida e em Ohio, onde se verifica uma disputa apertada e já se vota de forma antecipada.

Faltando apenas duas semanas para as eleições nos Estados Unidos, os dois candidatos concentravam esforços nesta fase decisiva da campanha nos estados considerados chave na disputa pela Casa Branca.

"Para mim, isto é muito mais do que apenas vencer uma eleição. Trata-se de definir o tipo de país que queremos para nossos filhos e netos (...), definir o tipo de mensagem que queremos transmitir aos nossos filhos e filhas", disse Hillary Clinton nesta segunda-feira, durante um comício em Manchester, New Hampshire.

O discurso foi apresentado pela senadora Elizabeth Warren, uma influente figura da ala mais progressista do Partido Democrata e que no ano passado chegou a ser considerada uma candidata em potencial.

Enquanto isso, o presidente Barack Obama celebrava em Los Angeles a vantagem de Hillary nas pesquisas, mas destacou que a situação era "volátil" e que "não podemos ter nada como certo. A disputa na Flórida e em Ohio continua muito apertada".

Trump, por sua vez, tinha na agenda dois atos públicos na Flórida nesta segunda-feira.

"Estamos vencendo. Estamos vencendo", disse Trump em Saint Augustine, Flórida, onde atacou novamente a imprensa americana, à qual acusa de favorecer abertamente sua adversária.

"Sem a desonestidade da imprensa, Hillary Clinton não seria nada. São uma desgraça. Lembrem disso", afirmou.

Voto antecipadoSegundo Michael McDonald, especialista da Universidade da Flórida, seis milhões de americanos já teriam votado.

Os votos antecipados são contados apenas no início da eleição oficial, mas uma análise dos eleitores que tomaram esta iniciativa sugere uma vantagem para Hillary Clinton, destacou McDonald em um artigo publicado no fim de semana.

A maioria das pesquisas atribui à candidata uma vantagem apertada, mas clara sobre Donald Trump na Flórida.

Em Chicago, Illinois, Hanna Widlus, de 61 anos, depositou seu voto em Hillary em um centro de votação lotado.

"Agora nada pode sair mal. Já votei", disse Widlus à AFP.

A mulher não costuma votar antecipadamente, mas decidiu fazê-lo impulsionada pelas "circunstâncias" da eleição presidencial do próximo mês.

Nas eleições de 2012, quase um terço de todos os votos foram emitidos antecipadamente.

A equipe de campanha de Hillary Clinton quer que nesta eleição o número seja ainda maior e a forma como se propõe a consegui-lo é aumentando a ação dirigida aos eleitores indecisos.

Este esforço é particularmente crítico em estados onde a disputa se mostra mais apertada, como em Flórida, Nevada e Carolina do Norte.

"Poderíamos construir uma vantagem decisiva nestes estados antes das eleições" de 8 de novembro, disse na semana passada um dos coordenadores da campanha democrata, Robby Mook.

Vantagem em todas as pesquisasNo fim de semana, fazendo campanha para Hillary Clinton em Las Vegas, Obama disse que "todos têm que ir votar". "Foi como vencemos em 2008. Foi como vencemos em 2012. E é como venceremos em 2016".

Em nível nacional, Hillary Clinton tem uma vantagem de seis pontos percentuais sobre Trump, segundo o grupo RealClearPolitics, que elabora uma média de todas as pesquisas.

Além disso, Hillary Clinton lidera as pesquisas nos estados onde a disputa é mais apertada.

Uma sondagem da rede ABC News, por exemplo, mostrou Clinton com vantagem de 12 pontos percentuais (50% para 38%).

Durante o fim de semana, Hillary participou de atos de campanha na Carolina do Norte, e visitou uma igreja na cidade de Durham, onde a comunidade negra é maioria.

Obama venceu por estreita margem nesta região nas eleições de 2008, mas perdeu ali para o conservador Mitt Romney em 2012.

bur-ahg/yow/mvv/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos