Duas esposas de francês do EI detidas e acusadas

Paris, 26 Out 2016 (AFP) - Duas esposas de um francês do grupo Estado Islâmico (EI) atualmente detido na Turquia, Kevin Guiavarch, foram detidas e acusadas na França depois que foram expulsas do território turco.

Kevin Guiavarch, que está na lista da ONU dos extremistas considerados mais perigosos, viajou à Síria em 2012 para lutar ao lado da Al-Qaeda e depois do EI.

Em junho de 2016, Guiavarch deixou a Síria, com as quatro esposar e os seis filhos. Na Turquia, onde foi detido, escreveu às autoridades francesas afirmando que desejava retornar a França.

As duas esposas detidas ao entrar na França, de 26 e 34 anos, foram expulsas da Turquia na semana passada.

Ambas foram acusadas por "associação para delinquir em relação a uma organização terrorista", afirmaram fontes próximas à investigação.

A mulher mais velha, que viajou à Síria com Kevin Guiavarch, pais de seus dois filhos, está em prisão provisória.

A mais jovem, que tem um filho, está em liberdade vigiada.

As outras duas esposas de Guiavarch, ambas de 22 anos, serão entregues à França com seus três filhos em breve, afirmaram as fontes.

"Quanto a Kevin Guiavarch, depois do julgamento na Turquia esperamos que seja entregue a França", disse uma fonte.

sde-pta/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos