Mais de 200 migrantes pulam a barreira de Ceuta para a Espanha

Madri, 31 Out 2016 (AFP) - Cerca de 220 migrantes da África Subsaariana conseguiram superar nesta segunda-feira a barreira que separa o Marrocos do enclave espanhol de Ceuta, onde foram registrados choques com as forças de ordem, deixando 35 feridos, de acordo com a delegação do governo local.

Segundo as autoridades, os migrantes, armados com paus e pedras e mostrando uma atitude muito hostil, agrediram os agentes que tentavam impedir sua passagem.

Eles forçaram duas portas de acesso na dupla barreira de seis metros de altura que marca o limite de Ceuta, que, junto a outro encrave espanhol de Melilla são as únicas fronteiras terrestres entre a União Europeia (UE) e a África.

Os migrantes foram transferidos para um centro de acolhida temporária, onde poderão pedir asilo, informou a Guarda Civil.

As forças de ordem continuam procurando alguns migrantes que fugiram pelas colinas vizinhas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos