Policía indiana mata 8 islamitas após fuga de penitenciária

Nova Délhi, 31 Out 2016 (AFP) - Oito supostos islamitas foram mortos pela polícia nesta segunda-feira depois que fugiram de uma penitenciária de segurança máxima na Índia após terem degolado um guarda.

Os membros do Movimento de Estudantes Islâmicos da Índia (SIMI), considerado ilegal, fugiram durante a noite da prisão, em Bhopal, depois que atacaram um guarda com lâminas de aço e escalaram as paredes com lençóis.

"Todos foram mortos em um tiroteio na periferia de Bhopal. Pedimos que se entregassem, mas decidiram romper o cerco policial", afirmou à AFP o comandante geral da polícia de Bhopal, Yogesh Choudhary.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos