Rússia anuncia pausa humanitária de 10 horas na sexta em Aleppo

Moscou, 2 Nov 2016 (AFP) - Uma nova "pausa humanitária" em Aleppo, segunda maior cidade da Síria e devastada pela guerra, será observada na sexta-feira durante dez horas sob as ordens do presidente Vladimir Putin, informou nesta quarta-feira o exército russo em um comunicado.

"A decisão foi tomada de declarar em Aleppo uma 'pausa humanitária' no dia 4 de novembro das 09h00 às 19h00" (04h00 - 14h00 de Brasília), declarou o chefe do Estado-Maior russo, Valery Gerasimov.

Esta decisão foi tomada de comum acordo com as autoridades sírias, disse ele.

Uma primeira trégua humanitária de três dias em Aleppo declarada pelos exércitos russo e sírio expirou em 22 de outubro, sem permitir a evacuação de civis e feridos nem a retirada dos combatentes.

Oito corredores humanitários criados para estes fins permanecem quase desertos.

"Todos os corredores humanitários estabelecidos anteriormente vão continuar para permitir a saída de civis e combatentes", disse o general Gerasimov.

"Dado que os nossos colegas americanos são incapazes de separar a oposição dos terroristas, falamos diretamente aos líderes de todos os grupos armados e pedimos que cessem os combates e deixem Aleppo com suas armas", ressaltou.

O exército sírio, apoiado pela aviação russa, lançou em 22 de setembro uma vasta ofensiva para retomar os bairros da zona leste de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos