Quatro estudantes torturados e assassinados no México

México, 3 Nov 2016 (AFP) - Quatro estudantes de uma escola preparatória do estado mexicano de Morelos foram torturados e assassinados com facas, informaram nesta quarta-feira autoridades e a principal universidade regional.

Os cadáveres dos quatro adolescentes de 16 e 17 anos foram encontrados com "sinais de tortura" na comunidade La Nopalera, do município de Yautepec, situado a 100 quilômetros da capital do México, disse sob anonimato uma fonte do Ministério Público (MP) de Morelos.

A última informação disponível sobre os estudantes é que na terça-feira compareceram a uma festa no carro de um deles, disse o MP regional em um comunicado.

"Descarta-se que seja uma execução, já que não há elementos de uma possível participação de grupos criminosos organizados", afirmou o MP de Morelos.

Os quatro cadáveres "apresentavam lesões em diferentes partes do corpo provocadas por uma arma perfuro-cortante", informou esta instituição.

A Universidade Autônoma do Estado de Morelos (UAEM), que está ligada à escola preparatória do município de Jojutla, onde as vítimas estudavam, condenou "este assassinato (...) assim como o de todas as vítimas provocadas pelo crime organizado e pela negligência das autoridades", e exigiu do governo uma "investigação exaustiva" e que não faça "julgamentos antecipados".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos