Alemanha convoca adido de negócios turco por prisão de deputados pró-curdos

Berlim, 4 Nov 2016 (AFP) - O ministério das Relações Exteriores alemão anunciou a convocação do adido de negócios turco na Alemanha depois das prisões dos dirigentes e deputados do principal partido pró-curdo da Turquia.

Segundo o comunicado, o chanceler Frank-Walter Steinmeier manterá uma conversa ainda nesta sexta com o funcionário turco.

Selahattin Demirtas e Figen Yüksekdag, que dirigem o Partido dos Povos (HDP, pró-curdo), foram detidos na noite de quinta-feira junto a outros deputados de seu partido.

Estas prisões foram realizadas no âmbito de uma investigação antiterrorista relacionada aos rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), segundo a agência de notícias pró-governamental Anatolia.

A União Europeia já se declarou "extremamente preocupada" com essa detenção e entrou em contato com Ancara para discutir este assunto, segundo a chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos