Farc denunciam deserção de quatro guerrilheiros na Colômbia

Bogotá, 4 Nov 2016 (AFP) - Quatro integrantes das Farc que negociavam um acordo de paz com o governo da Colômbia desertaram nos últimos dois meses levando consigo dinheiro e armas da guerrilha, informou a organização rebelde.

Duas deserções ocorreram no dia 30 de agosto, quando Edgardo Velásquez Yepes ("Freddy") e Lilibeth Vaca Sepúlveda ("Tatiana") abandonaram as fileiras rebeldes, informou a Frente 19 José Prudencio Padilla, do Bloco Martín Caballero, que opera no norte do país.

Posteriormente, no dia 9 de outubro, David Téllez Noriega ("Hernando") e Leida Cáceres Duarte ("Sonia") abandonaram as fileiras das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), a principal e mais antiga guerrilha do país, com 5.765 combatentes.

"Os mencionados personagens roubaram armas e dinheiro da Organização, pelo qual alertamos pecuaristas, comerciantes e a população em geral para que não lhes prestem qualquer colaboração ou se submetam a suas exigências em nome das Farc-EP, pois já não fazem parte do nosso movimento".

O governo de Juan Manuel Santos e as Farc firmaram no dia 26 de setembro um acordo para acabar com mais de meio século de conflito armado, ao final de quatro anos de negociações em Cuba, mas em 2 de outubro o documento foi rejeitado em referendo.

Desde então, as partes renegociam o acordo de paz com a contribuição dos representantes dos partidos políticos, vítimas e setores religiosos que promoveram o "Não" nas urnas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos