Eurozona descarta alívio da dívida grega

Bruxelas, 7 Nov 2016 (AFP) - Os países da zona do euro descartaram nesta segunda-feira (7) definir por enquanto medidas adicionais para aliviar a dívida grega, condição exigida pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para participar do atual plano de ajuda a Atenas.

Esse terceiro programa de ajuda à Grécia, cuja dívida ronda atualmente os 180% do PIB do país, prevê o desembolso em três anos a partir de 2015 de um total de 86 bilhões de euros.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, afirmou hoje que ainda é "muito cedo" para definir eventuais medidas adicionais de alívio da dívida grega, ao fim de uma reunião dos ministros de Finanças da zona do euro.

Segundo Dijsselbloem, o Eurogrupo poderá abordar a questão com o FMI em sua próxima reunião, em 5 de dezembro.

bur-tjc/lmm./cc/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos