Astros da música usam redes sociais para estimular eleitores a votar

Nova York, 9 Nov 2016 (AFP) - Astros da música usaram as redes sociais nesta terça-feira (8) para pedir a seus fãs que votassem nas eleições presidenciais. A maior parte das celebridades apoiou a candidata democrata Hillary Clinton.

Taylor Swift - que ainda não havia se pronunciado sobre as eleições - postou no Instagram, uma foto usando roupas casuais e enquanto aguardava na fila de votação.

Embora a cantora tenha encorajado seus fãs a votar, não revelou sua escolha. Em 2008, ela participou de uma convenção republicana, mas não costuma se manifestar politicamente.

Já Katy Perry, vista por muitos como rival de Swift, se autodescreve como a "fã número um" de Hillary Clinton. Hoje, fez diversas postagens no Twitter, onde tem aproximadamente 94 milhões de seguidores.

Em um vídeo, Perry aparece com um cachorrinho pedindo que os eleitores compareçam às urnas.

Perry também estimulou os eleitores da Califórnia, onde vive, a apoiar a proposta que legalizaria o consumo recreativo da maconha no estado.

Depois, postou um link para um artigo de opinião do magnata do rap Jay Z, que opinou que a "guerra contra as drogas" dos Estados Unidos atacou desproporcionalmente as minorias.

Jay Z e sua mulher, a diva do pop Beyoncé, fizeram um show em apoio a Hillary Clinton na última sexta-feira (4) no estado-chave de Ohio. Nesta terça, Beyoncé publicou um vídeo do show para seus 88 milhões de seguidores no Instagram.

"Há tanta gente que perdeu a vida para que nós tivéssemos a oportunidade de votar", disse Jay Z ao final do vídeo.

"Seria terrível se não saíssemos e não nos fizéssemos ouvir", acrescentou.

Rihanna também tornou público seu apoio a Hillary Clinton e tuitou uma selfie, vestindo a camiseta com a imagem da candidata.

A superestrela colombiana Shakira fez um apelo aos eleitores hispânicos, que se sentiram especialmente ofendidos pelos comentários do republicano Donald Trump contra os imigrantes - mexicanos, sobretudo.

"O voto latino pode ajudar a decidir o destino de uma nação e do mundo", tuitou, em inglês.

"Não fiquem de braços cruzados, votem!", insistiu.

O "salsero" Marc Anthony também se pronunciou: "chegou o dia! Vamos mostrar que nosso voto conta e hoje mais do que nunca vamos nos sentir orgulhosos de sermos latinos!", postou no Twitter.

Trump, que não conseguiu somar celebridades importantes à sua campanha, criticou Hillary por aparecer publicamente com Jay Z e com Beyoncé, porque o rapper usa palavrões em suas músicas.

De qualquer forma, Trump conseguiu o apoio do astro do rock Ted Nugent, que sacudiu seu órgão genital para ilustrar sua opinião sobre os democratas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos