Entre Hillary e Trump, George W. Bush se abstém

Washington, 9 Nov 2016 (AFP) - O ex-presidente George W. Bush fez um voto de protesto nas eleições americanas, nas quais, segundo um assessor, o ex-presidente marcou a opção "nenhuma das opções acima" ao invés de escolher candidato do partido republicano, Donald Trump, ou a democrata Hillary Clinton.

Bush tinha indicado anteriormente que pretendia se abster da corrida, depois que seu irmão caçula, Jeb Bush, ex-governador da Flórida, foi derrotado nas primárias do partido republicano para as eleições deste ano.

"O presidente e a senhora Bush votaram 'Nenhuma das opções acima' para presidente, e nos candidatos republicanos no resto da cédula", disse à AFP o assessor pessoal de Bush, Freddy Ford.

A família Bush não teve um peso significativo nessas eleições, mas o ex-presidente George H.W. Bush (Bush pai) teria dito a amigos em caráter privado que votaria na democrata Hillary Clinton.

A retórica cáustica de Trump e a campanha indolente levaram alguns republicanos de alto perfil a denunciar o provocativo bilionário e a dizer que não apoiariam o indicado do partido nas eleições.

Entre estes estão o candidato republicano às eleições presidenciais de 2012, Mitt Romney, o ex-secretário de Estado Colin Powell, e os ex-governadores Jon Huntsman, de Utah, e Christine Todd Whitman, de Nova Jersey.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos