EUA também votaram sobre maconha, pena de morte, armas e pornografia

Los Angeles, 9 Nov 2016 (AFP) - Além da acirrada eleição presidencial, os americanos votaram em outros temas na terça-feira e aprovaram a legalização da maconha na Califórnia e sua venda para uso medicinal na Flórida, de acordo com resultados parciais.

Também votaram a favor da pena de morte, do aumento do controle na venda de armas, pela proibição do uso de sacos plásticos e contra a obrigatoriedade do uso de preservativos para os atores da indústria pornô.

- Maconha legal -A Califórnia, o estado de maior população dos Estados Unidos, se une a Washington, Oregon, Colorado, Alasca e o Distrito de Columbia, onde a venda da droga já é legal.

A proposta, que também regulamenta o cultivo, produção e venda da erva, foi aprovada com mais de 55% dos votos, de acordo com um resultado preliminar divulgado pelo governo.

Arizona, Massachusetts e Nevada também aprovaram a venda da maconha, de acordo com projeções do site especializado Ballotpedia. No Maine, o resultado ainda não é claro.

A Flórida aprovou o uso medicinal por grande maioria (71,2%), quatro anos depois da rejeição da proposta.

"A Flórida é o primeiro estado do sul que legaliza o uso medicinal da maconha", comemorou Sharda Sekaran, porta-voz da Drug Policy Alliance.

Dakota do Norte também aprovou, de maneira preliminar, o uso medicinal, que já é legal em 25 estados e na capital do país. Montana flexibilizou as condições para a venda com fins terapêuticos.

Arkansas ainda não tem um resultado definitivo sobre o uso terapêutico.

- Pena de morte -Desde que a Califórnia aprovou a lei da pena de morte em 1978, 13 pessoas foram executadas, a última delas em 2006. Mas tem mais pessoas que qualquer outro estado no corredor da morte: 740.

No entanto, os eleitores rejeitaram na terça-feira a abolição da pena de morte e votaram a favor da aceleração dos procedimentos.

Nebraska restabeleceu a pena capital no estado, que havia abolido em 2015.

Oklahoma também aprovou uma emenda à Constituição para garantir ao estado a imposição da pena e seus métodos.

- Controle de armas -A Califórnia, que já tinha leis que estavam entre as mais restritivas para a posse de armas de fogo no país, aprovou uma mudança para reforçar os controles de antecedentes penais para a venta de armamento e munição.

Nevada também aumentou os controles, enquanto o Maine, estado rural da região nordeste americana, estava próximo de rejeitar uma medida similar, de acordo com o Ballotpedia.

O estado de Washington ratificou uma medida que permite aos tribunais proibir que uma pessoa tenha acesso a uma arma de fogo se for considerada de alto risco.

- Camisinhas e mais... -A Califórnia rejeitou uma medida que pretendia impor aos atores da indústria pornográfica o uso de preservativos nas filmagens.

Além disso, também se tornou o primeiro estado do país a proibir o uso de sacos plásticos em estabelecimentos comerciais.

Entre outras medidas se destaca a legalização no Colorado da eutanásia para pacientes terminais, com a assistência de um médico.

Outros cinco estados, incluindo a Califórnia, já autorizava o "suicídio assistido".

bur-jt/fp/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos