Mais de 5.000 sírios fogem desde o início da ofensiva contra Raqa

Ain Issa, Síria, 10 Nov 2016 (AFP) - Mais de 5.000 pessoas abandonaram seus lares desde o início da ofensiva militar curdo-árabe contra Raqa, "capital" do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria, informou a porta-voz da operação "Revolta de Eufrates", Jihan Cheij Ahmad.

Um correspondente da AFP presenciou a chegada de caminhões, carros e motos com dezenas de famílias a Ain Issa, base da ofensiva situada 50 km ao norte de Raqa.

A quilômetros dali, os peshmergas, combatentes curdos, verificam a identidade dos refugiados e registram seus pertences para evitar a infiltração de extremistas ou possíveis atentados com carro-bomba.

As Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança dominada pelos curdos que também integra árabes e turcomanos, avançam desde sábado para Raqa, no norte da Síria, uma província em grande parte desértica, mas que possui 800 mil habitantes.

A ofensiva conta com o apoio aéreo e assessoria das forças especiais da coalizão dirigida pelos Estados Unidos.

del-lar/sk/jri.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos