China critica novas regras 'antidumping' propostas na UE

Pequim, 11 Nov 2016 (AFP) - A China considera que os novos instrumentos 'antidumping' propostos pela Comissão Europeia não estão de acordo com as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

"A regulamentação antidumping proposta pela UE não está de acordo com as regras da OMC", afirmou o porta-voz do ministério do Comércio, Shen Danyang.

Pequim lamenta em particular a introdução por Bruxelas em sua proposta de uma cláusula de "distorção de mercado" que se parece, segundo Shen, com o atual método de cálculo 'antidumping' seguido pelos europeus e denunciado no passado pela China.

Na quarta-feira a Comissão Europeia apresentou novos instrumentos para combater as exportações chinesas de produtos vendidos com preço abaixo do custo de produção.

No centro da proposta, que não cita nenhum país, a Comissão estabeleceu um novo método de cálculo de 'dumping' para as importações procedentes de nações onde existem distorções importantes do mercado ou nos quais o Estado tem grande peso na economia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos