Snowden diz que não se deve temer Donald Trump

Haia, 11 Nov 2016 (AFP) - O ex-consultor da inteligência americana Edward Snowden pediu às pessoas que trabalhem juntas para se proteger da vigilância invasiva dos governos e que não temam o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Se quisermos um mundo melhor, não devemos esperar por um Obama nem devemos temer Donald Trump. Devemos construí-lo nós mesmos", declarou Snowden durante uma audiência holandesa através de videoconferência na Rússia.

Apesar de classificar a vitória de Trump de "momento obscuro na história dos Estados Unidos", insistiu que a verdadeira pergunta deve ser "como defenderemos os direitos de todos, em todas as partes, além das fronteiras?".

"Tento não ver isso como um assunto relacionado apenas com eleições ou um Governo porque vemos que essas ameaças atravessam fronteiras", disse Snowden aos holandeses.

Snowden aludiu, por exemplo, a uma lei russa aprovada este ano que obriga as empresas da internet a guardar os dados de seus usuários e entregá-los às agências governamentais, se solicitarem.

Snowden vazou milhares de documentos sigilosos em 2013, revelando que os Estados Unidos colocaram em andamento uma vigilância em massa de dados privados depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Depois de fugir de sua casa no Havaí, Snowden vive agora como fugitivo na Rússia, onde conseguiu asilo.

O americano de 33 anos pode pegar um máximo de 30 anos de prisão por espionagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos