Trump não descarta 'Obamacare' modificado

Nova York, 11 Nov 2016 (AFP) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, disse considerar uma versão modificada da reforma de saúde do atual mandatário, Barack Obama, conhecida como 'Obamacare', um sinal de mudança de posição depois que ele prometeu repetidas vezes durante a campanha que revogaria a medida.

Em entrevista ao jornal The Wall Street Journal, publicada nesta sexta-feira, Trump explicou que esta mudança ocorre depois de conversar na véspera, na Casa Branca, com o presidente Obama, que lhe pediu que considerasse manter partes da lei, oficialmente denominada Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente (ou ACA, sigla em inglês para Affordable Care Act).

"O Obamacare será modificado, repelido ou substituído", disse Trump ao jornal.

"Eu lhe disse que verei suas sugestões e, por respeito, farei isto", concluiu.

Trump pensa manter dois aspectos da lei, considerada um legado do governo Obama: a proibição das seguradoras de recusar um paciente devido à sua condição econômica e a possibilidade de que os pais estendam temporariamente o benefício da cobertura de saúde aos filhos.

"Gosto muito" destas duas disposições, disse Trump ao jornal de negócios.

Alvo preferido das investidas republicanas, o Obamacare aponta a reduzir o número de americanos sem cobertura de saúde, principalmente através de um sistema de apólices de seguros subvencionado pelo Estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos