Trump poderá pedir conselhos a Bill Clinton

Washington, 12 Nov 2016 (AFP) - Donald Trump afirmou que pode vir a pedir o aconselhamento de Bill Clinton, dias depois de ter derrotado a esposa do ex-presidente democrata, Hillary, nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Trump recebeu uma ligação de Bill Clinton depois da votação, na qual o ex-presidente "não poderia ter sido mais gentil", segundo afirmou o presidente eleito de 70 anos em trechos de uma entrevista divulgados pela rede CBS.

O comentário acontece depois das declarações do presidente Barack Obama em seu encontro com Trump na quinta, quando o maganta disse "estar ansioso em conversar com o presidente sobre o futuro", inclusive recebendo aconselhamento do atual presidente.

Indagado se procuraria Bill Clinton para aconselhamentos, Trump declarou: "Certamente penso em fazer isso".

"Ele é um cara muito talentoso, isto é, é uma família muito talentosa", afirmou Trump.

Ele também comentou o telefonema que Hillary para reconhecer sua derrota.

"Foi uma ligação adorável, e muito dura para ele, quer dizer, eu imagino que sim. Mais dura para ela do que teria sido para mim. Quer dizer, para mim teria sido muito, muito difícil. Ela não poderia ter sido mais gentil. Ela disse: 'Parabéns, Donald, muito bem'", recordou.

Em entrevista na sexta ao jornal The Wall Street Journal, Trump aventou a possibilidade de fazer "emendas" à reforma da saúde promovida por Obama, uma mudança de posição depois de criticar o projeto durante toda a campanha.

bfm/jm/cn

CBS CORPORATION

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos