Turquia expulsa jornalista francês detido na sexta-feira

Istambul, 14 Nov 2016 (AFP) - O jornalista francês detido na sexta-feira, quando preparava uma reportagem perto da fronteira com Síria, foi expulso no domingo pelo governo da Turquia.

"Olivier Bertrand desembarcou no aeroporto de Paris e está bem", afirmou Isabelle Roberts, presidente do site de notícias Les Jours.

Bertrand foi detido na sexta-feira na província de Gaziantep, onde trabalhava em uma série de reportagens sobre a Turquia após a tentativa frustrada de golpe de julho.

A agência de notícias turca Anadolu informou que Bertrand doi detido por não ter a credencial necessária para o trabalho.

A Anadolu descreveu Olivier Bertrand como um jornalista que escreveu artigos "favoráveis" a pessoas suspeitas de pertencer à rede do pregador Fethullah Gülen, apontado por Ancara como o homem que instigou a tentativa de golpe de Estado de julho.

O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, chamou no domingo a detenção do jornalista de "inadmissível" e exigiu sua libertação.

A imprensa francesa também pediu a libertação do repórter.

Bertrand foi detido no mesmo dia que as autoridades turcas anunciaram a detenção do presidente da diretoria do jornal opositor turco Cumhuriyet, Akin Atalay.

bur-gkg-chp-may/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos