Candidatos da direita francesa discordam sobre Trump no último debate

Paris, 18 Nov 2016 (AFP) - Os candidatos da direita francesa confrontaram divergências sobre as consequências da eleição de Donald Trump nos Estados Unidos no último debate antes das primárias do próximo domingo.

Considerado o mau momento da esquerda socialista no poder na França, o candidato ganhador das primárias da direita terá grandes chances de vencer as eleições presidenciais de maio de 2017, em que também tem força a candidata de extrema-direita Marine Le Pen.

À frente nas pesquisas há dois anos, o ex-primeiro-ministro Alain Juppé, de 71 anos, perdeu um pouco de vantagem nas últimas semanas para o ex-presidente Nicolas Sarkozy, de 61.

Outro ex-primeiro-ministro, François Fillon (62 amos), se aproxima dos dois favoritos na reta final, segundo uma pesquisa publicada nesta quinta-feira.

Durante o debate televisionado, as consequências da eleição do milionário populista Donald Trump nos Estados Unidos ofereceu a oportunidade aos sete candidatos -seis homens e uma mulher-, de expressar suas diferenças.

Todos reconheceram o impacto que a chegada de Trump ao poder poderá ter no cenário internacional. Mas os principais candidatos divergiram sobre sua influência na política interna francesa, sem evocar explicitamente a Frente Nacional de Marine Le Pen.

"(Trump) fará após sua eleição o que havia anunciado antes? Está começando a matizar suas declarações", observou Alain Juppé.

Nicolas Sarkozy apontou o "recuo" da influência norte-americana, abrindo caminho, segundo ele, para "um retorno da França e da Europa ao cenário internacional".

Já François Fillon considerou "ridículo" tirar conclusões para a vida política francesa.

Após os dois debates anteriores dedicados à política interna francesa em que Sarkozy foi objeto de vários ataques, nesse último confronto os candidatos evitaram ataques pessoais.

bur-blb/laf/mf/ltl/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos