Trump oferece posto de Assessor Nacional de Segurança a general crítico de Obama

Washington, 18 Nov 2016 (AFP) - O presidente eleito Donald Trump ofereceu ao ex-general Michael Flynn o importante posto de Segurança Nacional, segundo a imprensa americana.

Muito respeitado como oficial de inteligência e altamente condecorado por ajudar a combater as redes insurgentes no Afeganistão e Iraque, Flynn, de 57 anos, gerou uma onda de críticas por seu apoio à campanha de Trump, a quem assessorou sobre temas de segurança.

Não ficou claro se Flynn aceitou a oferta para ocupar o principal cargo de segurança nacional, que não é apenas chave para enfrentar as questões de segurança interna, como também tem grande influência no desenho da política externa.

Flynn deixou as Forças Armadas depois que o presidente Barack Obama o afastou, em 2014, de seu posto de chefe da Agência de Inteligência da Defesa, por queixas sobre seu estilo de liderança.

Ele se converteu então num crítico do presidente e atribuiu sua demissão ao fato de que o governo ignorava suas advertências sobre as ameaças do islamismo radical.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos