França: jovem desempregada é condenada por alegar ser vítima de atentados

Versalhes, França, 22 Nov 2016 (AFP) - Laura Ouandjli, uma mãe de família desempregada de 24 anos, foi condenada a um ano de prisão na França, nesta segunda-feira (21), por fingir ter sido uma das vítimas dos atentados de 13 de novembro de 2015, em Paris, na esperança de ser indenizada.

Ela também deverá depositar o valor simbólico de um euro por danos e juros ao Fundo de Indenização às Vítimas do Terrorismo, informou o Tribunal Correcional de Versalhes.

Em 22 de dezembro de 2015, ela se apresentou a uma delegacia em Paris para prestar queixa, na expectativa de que fazer parte das vítimas de um dos ataques extremistas na capital, na noite de 13 de novembro, contra o bar Le Carillon.

A jovem contou ter sido "gravemente ferida no braço". Ela estava com o braço em uma tipoia e apresentou atestados médicos, segundo as quais teve de fazer um enxerto de pele. Além disso, produziu uma foto de seu braço supostamente ferido e alegou ter perdido seu telefone, o cartão e outros bens pessoais naquela noite.

O problema é que a jovem fingiu "ter sido atingida por uma explosão", quando, na verdade, a varada do Carillon foi alvejada por tiros de um fuzil de assalto.

Após contato com a Divisão Antiterrorista, a Polícia logo encontrou várias "incoerências" no relato da jovem, assim como nas provas produzidas.

O médico que teria assinado seu atestado nunca a recebeu. O nome da jovem não se encontrava em qualquer lista de vítimas que deram entrada no hospital na noite da tragédia. E a foto do braço ferido foi encontrada na Internet.

Colocada sob custódia em fevereiro passado, Laura admitiu os fatos.

Pelo menos 130 pessoas morreram, e centenas ficaram feridas nesses atentados, que tiveram sua autoria reivindicada pelo Estado Islâmico (EI).

cal-sva/fff/blb/pg/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos