Tump nega que seu assessor estratégico seja racista (imprensa)

Washington, 22 Nov 2016 (AFP) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, negou nesta terça-feira que seu recém-nomeado assessor de assuntos estratégicos, Steve Bannon, seja um extremista de direita e um racista, em meio à polêmica causada por sua nomeação.

"Se eu achasse que ele é um racista ou um 'alt-right' (como se denomina a extrema-direita americana), ou o termo que quisermos utilizar, eu não teria pensado em contratá-lo", disse Trump a um painel formado por jornalistas do jornal The New York Times.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos