Ken humano denuncia condições de trabalho em fábricas de brinquedos na China

Lausana, Suíça, 23 Nov 2016 (AFP) - Uma versão em carne e osso do boneco Ken, o namorado da Barbie, apareceu nesta quarta-feira em uma embalagem gigante em Lausanne (Suíça), no âmbito de uma campanha para denunciar as condições de trabalho nas fábricas de brinquedos na China.

Os pedestres eram convidados a tirar fotos ao lado da caixa gigante, na qual estava Ken, com um terno escuro, colocada em frente à estação de trens de Lausanne.

A ONG Solidar Suisse, que realiza esta ação, publicou na internet uma petição para que a Mattel, uma das maiores companhias de brinquedos do mundo, e outros atores do setor garantam condições de trabalho decentes nas suas fábricas na China.

"Esta petição, que já tem 3.000 assinaturas, será apresentada em 15 de dezembro na sede europeia da Mattel, em Amsterdã, disse Lionel Frei, porta-voz da ONG.

Conforme se aproximam as festas de final de ano, a organização quer chamar a atenção para o fato de que "mais da metade dos brinquedos que chegam (...) são fabricados por operários e operárias chineses que trabalham até 11 horas por dia nas linhas de montagem", explica Frei.

Segundo a ONG, dobrar os salários destes operários faria com que o preço de uma boneca Barbie - que é vendida pelo equivalente a cerca de 30 dólares na Suíça - em apenas dois centavos.

noo-ebe/gca/lb/me/jz/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos