1.400 migrantes são resgatados no litoral da Líbia

Roma, 28 Nov 2016 (AFP) - Cerca 1.400 migrantes procedentes da Líbia a bordo de 13 embarcações improvisadas foram resgatados nesta segunda-feira no Mediterrâneo, anunciaram os guarda-costas italianos, que coordenam os trabalhos de resgate.

"Foi um dia jornada muito difícil, mas, graças ao compromisso das unidades que agiram, todos os migrantes puderam ser resgatados", declarou à AFP um porta-voz dos guarda-costas.

Os migrantes resgatados estavam a bordo de 11 lanchas pneumáticas e duas barcas pequenas. Foram socorridos em lachas da guarda-costeira italiana, em navios da marinha italiana e irlandesa, em dois navios comerciais e no buque Aquarius, das ONGs SOS Mediterrâneo e Médicos sem Fronteiras (MSF).

O mar estava calmo embora uma tempestade ameace a região, o que pode complicar a chegada dos migrantes à Itália.

As autoridades italianas anunciaram na segunda-feira, antes dos resgates de hoje, que foi registrado um número recorde de chegadas pelo mar neste ano: mais de 171.000 migrantes, ou seja, 19% a mais do que no ano passado e 4,5% a mais do que em 2014, que foi um ano recorde.

Os recém-chegados são principalmente da Nigéria (35.700), Eritreia (20.000), Guiné (12.300), Costa do Marfim (11.400) e Gâmbia (11.000), assim como de outros países da África subsaariana e de Bangladesh (7.500).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos