Chuvas na Venezuela deixam três mortos e mais de 900 famílias desabrigadas

Caracas, 30 Nov 2016 (AFP) - As chuvas torrenciais que castigam a Venezuela desde sábado passado já deixaram três mortos e mais de 900 famílias desabrigadas pelas inundações - informaram autoridades do estado de Carabobo, nesta terça-feira (29), acrescentando que outras três pessoas continuam desaparecidas.

De acordo com o ministro do Interior e da Justiça, Néstor Reverol, em entrevista coletiva, duas pessoas morreram em Lara, no oeste, e um deficiente físico, de 72 anos, faleceu em Nueva Esparta.

Os temporais inundaram a parte histórica da cidade costeira de Puerto Cabello, em Carabobo, e forçaram a transferência de 54 pessoas para um abrigo temporário.

Reverol disse que as precipitações foram causadas por um aumento da nebulosidade e devem se manter nas próximas horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos