Novo rei da Tailândia será proclamado nesta quinta-feira

Bangcoc, 1 dez 2016 (AFP) - O príncipe Maja Vajiralongkorn será proclamado rei da Tailândia nesta quinta-feira, uma nova era em um país onde a realeza está onipresente, um mês e meio após a morte de seu venerado pai Bhumibol Adulyadej, que tinha 88 anos.

O Parlamento convidou na terça-feira o príncipe a converter-se em rei, encerrando várias semanas de incerteza. De fato, Vajiralongkorn, 64 anos, provocou surpresa poucas horas depois da morte de seu pai, ao solicitar um "prazo" antes de subir ao trono.

Segundo o protocolo real, o príncipe receberá nesta quinta-feira o chefe da junta que governa o país, Prayut Chan-o-Cha, e os presidentes da Corte Suprema e da Assembleia. Este último o convidará oficialmente a ser o novo rei.

"O príncipe fará um discurso para explicar que aceita (o cargo) antes de inclinar-se diante do retrato do pai", afirma o serviço real em um comunicado.

O novo rei não será, no entanto, coroado de maneira imediata. A cerimônia só pode acontecer após a cremação de Bhumibol, o que não deve acontecer antes de um ano.

O príncipe passava até agora a maior parte do tempo na Alemanha. Sua personalidade, ao que parece imprevisível, é objeto de debate inclusive entre os conselheiros do palácio e generais à frente do governo, de acordo com analistas.

Sua imagem contrasta com a de seu pai. O falecido monarca, que reinou durante 70 anos, era considerado o "pai da nação" e venerado pelos tailandeses. Sua figura foi forjada durante décadas de propaganda, apoiada por uma lei muito rígida contra os delitos de lesa-majestade.

bur-tib/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos