Espanha prevê reduzir déficit a 2,2% do PIB em 2018

Madri, 2 dez 2016 (AFP) - A Espanha mantém o compromisso adquirido com a Comissão Europeia de reduzir seu déficit público a 3,1% do PIB em 2017 e a 2,2% em 2018, anunciou nesta sexta-feira o ministro da Fazenda, Cristóbal Montoro.

A Espanha conseguiria, assim, respeitar as regras europeias sobre o déficit em 2018, indicou o ministro em uma coletiva de imprensa.

"É, sem dúvida alguma, um grande esforço que se quantifica da ordem de 16 bilhões de euros, um ponto e meio de produto interno bruto", acrescentou, anunciando "um ano de 2017 muito exigente".

Para isso serão necessárias medidas de "caráter tributário", e em primeiro lugar uma maior arrecadação do imposto sobre as empresas, da ordem de 4,3 bilhões de euros.

A dívida pública baixará a 99% do PIB em 2017 depois de fechar em 99,4% em 2016, segundo Cristóbal Montoro. Em 2018 já registrará uma "queda significativa" a 97,7%, para chegar a 95,4% em 2019.

O crescimento da economia espanhola "se manterá nos próximos anos em ritmo superior às economias mais avançadas do mundo e, em particular, em relação aos sócios da zona do euro", afirmou, por sua vez, o ministério da Economia.

De acordo com as previsões, a Espanha crescerá 2,5% em 2017, e posteriormente 2,4% em 2018 e 2019.

Para 2016, a previsão é de um crescimento de 3,2% do PIB, o que igualaria o número de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos