Forças afegãs retrocedem mas melhoram combate aos talibãs

Washington, 2 dez 2016 (AFP) - O governo de Cabul controla menos habitantes, mas o Exército nacional está melhorando sua luta contra os talibãs, avaliou nesta sexta-feira o general americano John Nicholson.

No momento, "aproximadamente 64%" da população afegã está sob o controle do Exército, contra "68%" há alguns meses, mas "o que vemos agora é um equilíbrio a favor do governo".

O progresso das forças afegãs se observa, principalmente, em sua capacidade de controlar as cidades diante das repetidas ofensivas dos talibãs.

"Este ano ocorreram oito ataques contra cidades e todos fracassaram. Para nós, é um sinal de progresso real".

Desde o início de 2015, as forças afegãs assumiram o combate aos talibãs e, oficialmente, as tropas da Otan têm apenas um papel de treinamento e assessoramento.

O presidente Barack Obama teve que renunciar ao plano de retirada programada das tropas americanas e deixar 8.400 soldados no Afeganistão em 2017 diante das dificuldades das forças afegãs frente aos ataques talibãs.

As forças afegãs registraram fortes perdas em 2016, com 5.523 mortes até agosto, contra 5.000 nos 12 meses de 2015.

lby-wat/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos