Quatro palestinos morrem em túnel de contrabando em Gaza

Gaza, Territórios palestinos, 4 dez 2016 (AFP) - Quatro palestinos morreram em um túnel de contrabando entre o sul da Faixa de Gaza e o Sinai egípcio, informaram neste domingo equipes de resgate, acusando o exército egípcio de ter inundado a galeria subterrânea.

Os quatro homens, de 22 a 45 anos, "estavam desaparecidos" e "foram encontrados mortos depois que o túnel onde trabalhavam foi inundado há nove dias pelo exército egípcio", afirmou em um comunicado a Defesa Civil de Rafah, no sul da Faixa de Gaza.

O Egito não se pronunciou sobre estas acusações palestinas e se nega a comentar as ações de seu exército ao longo da fronteira entre Gaza e o Sinai, onde trava um combate contra rebeldes extremistas.

O exército, no entanto, destruiu centenas de túneis, alegando que servem para o tráfico de armas e de combatentes.

Israel impõe há 10 anos um rígido bloqueio aéreo, terrestre e marítimo aos dois milhões de moradores de Gaza. A única fronteira da Faixa de Gaza não controlada pelo Estado hebraico é com o Egito, e ela se encontra quase permanentemente fechada desde que em 2013 o presidente islamita Mohamed Mursi foi deposto pelo exército.

Os túneis são um dos últimos recursos dos moradores de Gaza para transportar produtos de contrabando.

No entanto, os grupos armados, especialmente o Hamas islamita no poder em Gaza, também recorrem a esta rede de galerias subterrâneas.

sa-sbh/jlr/hj/es/app/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos