Uzbequistão elege segundo presidente de sua história

Bishkek, Quirguistão, 4 dez 2016 (AFP) - Os uzbeques começaram a votar neste domingo para eleger o segundo presidente de sua história, após a morte de Islam Karimov, que faleceu em setembro após um quarto de século no poder.

Não são esperadas surpresas e o ex-primeiro-ministro Shavkat Mirziyayev, que assumiu interinamente a chefia do Estado, provavelmente será confirmado no cargo.

Karimov foi o único presidente desta república muçulmana, que se tornou independente da União Soviética em 1991.

As urnas abriram à 01h00 GMT (23h00 de Brasília) e os cerca de 9.300 colégios eleitorais habilitados permanecerão abertos até as 15h00 GMT (13h00 de Brasília).

Mirziyayev, que foi nomeado primeiro-ministro em 2003, assumiu a presidência de forma interina após a morte de Karimov aos 78 anos em setembro.

O ex-primeiro-ministro pertence ao Partido Liberal Democrático de Karimov e os analistas afirmam que nenhum dos outros três candidatos chega às eleições com uma proposta crítica ao governo.

Muitas organizações acusam Karimov, que havia sido reeleito em 2015, de ter manipulado as eleições em diversas ocasiões, de ter detido centenas de opositores de forma arbitrária e de apoiar o uso da tortura nas prisões.

"O formato das eleições uzbeques não mudou desde a morte de Karimov porque o regime não teve tempo de propor algo diferente", disse Kamoliddin Rabbimov, um analista político uzbeque que vive na França.

Também não se espera que Mirziyayev, de 59 anos, faça grandes reformas se for eleito, embora o político tenha prometido clemência a um dos principais opositores presos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos