Hospital de campanha russo é bombardeado em Aleppo; médica morre

Moscou, 5 dez 2016 (AFP) - Uma médica russa foi morta e dois enfermeiros russos e civis sírios ficaram feridos num bombardeio realizado por rebeldes contra um hospital de campanha em Aleppo, anunciou nesta segunda-feira o ministério russo da Defesa.

"Uma médica do exército russo foi atingida por um morteiro lançado contra o serviço de espera do hospital. Dois enfermeiros ficaram gravemente feridos. Alguns civis que buscavam ajuda médica também foram feridos", indicou o porta-voz do ministério, o general Igor Konachenkov.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos