Jornalista iraquiano é morto em Kirkuk

Kirkuk, Iraque, 6 dez 2016 (AFP) - O diretor de uma estação de rádio local foi morto a tiros nesta terça-feira (6), na cidade de Kirkuk, ao norte de Bagdá, no mais recente assassinato de um jornalista no Iraque.

"Homens não identificados e armados a bordo de um veículo assassinaram Mohammed Thabet al-Obeidi" no centro da cidade, quando ele ia para o trabalho, disse à AFP um coronel da Polícia.

As motivações do homicídio ainda são desconhecidas.

O jornalista, de 38 anos, dirigia a rádio local Baba Gurgur, que difunde programas em árabe, curdo e turcomano. Ele também trabalhava para a rede pública Iraqi Media Network.

Sua morte foi confirmada pelo também jornalista Roji Anwar.

Na semana passada, o jornalista curdo iraquiano Chukri Zeneldin, de 40, foi encontrado morto, a tiros, na região autônoma do Curdistão iraquiano, ao norte.

O Iraque está entre os países mais perigosos do mundo para os jornalistas.

str-sf/jmm/tp/vl/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos