Tribunal grego permite extradição de três militares turcos

Atenas, 6 dez 2016 (AFP) - Um tribunal grego permitiu nesta terça-feira a extradição de três militares turcos por seu suposto papel no fracassado golpe de julho na Turquia, informou uma fonte judicial.

A corte afirmou que os três policiais, que solicitaram asilo na Grécia com cinco outros soldados, devem ser extraditados por "tentar derrubar o regime" turco, acrescentou a fonte.

Mais cedo, o porta-voz do governo grego, Dimitris Tzanakopoulos, assegurou que as autoridades iriam aceitar a decisão do tribunal "independentemente do custo político".

No dia anterior, o mesmo tribunal rejeitou a extradição de três outros oficiais, alegando que as autoridades turcas não tinham apresentado provas suficientes de sua participação na tentativa de golpe e que sua segurança estava em risco na Turquia.

Essa decisão irritou o governo de Ancara, que nos últimos meses prendeu dezenas de milhares de pessoas por suposto envolvimento no golpe.

O promotor do tribunal apresentou nesta terça um recurso contra decisão de segunda-feira, argumentando que o caso deve ser levado perante o Supremo Tribunal.

Espera-se que o mesmo tribunal decida sobre os últimos dois oficiais requerentes de asilo.

Oito oficiais - dois comandantes, quatro capitães e dois sargentos - solicitaram asilo na Grécia pouco depois da tentativa de golpe de Estado.

str-cb/od/gm/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos